home
empresa
conceito
portifólio
NewTv no ar
entrevistas
blog
fale conosco



under construction voltar


Teleco: celular é revolução

06/03/2006

“E a grande mudança que a gente vê agora é o celular deixar de ser apenas um instrumento de voz e passar a ser um instrumento que acopla informações como a própria Internet”, diz Eduardo Tude.


Marcelo Godoy
Daniel Reis

O programa newTV, exibido todas a quartas-feiras pela allTV, agora às 11h, recebeu o presidente do grupo Teleco, Eduardo Tude, para um bate papo a respeito das inovações e tendências mercadológicas pertencentes ao setor de telefonia móvel. A conversa foi na verdade uma aula, que se iniciou com a apresentação do portal www.teleco.com.br, uma referência para todos os interessados em saber mais sobre o universo das telecomunicações.

O Teleco surgiu da idéia de 5 sócios, há cerca de 3 anos. Eles atuavam a mais de 10 anos no setor de telecomunicações e sentiam falta de um instrumento na Internet que popularizasse as informações sobre este nicho e também servisse de instrumento para reflexão e debate. E foi o que aconteceu.

“Alguns dizem que o Teleco é o banco de informações da área de telecomunicações no Brasil. A gente procura trazer não só informações técnicas com tutoriais, como  informações de mercado sobre novos aparelhos”, diz o entrevistado. Dados valiosos para todos os envolvidos ou interessados em telecomunicações.

Eduardo apresentou  também o site www.ucel.com.br direcionado a consumidores de celulares. Você pode usar o espaço para dar uma olhada antes de comprar o aparelho. Aqui é possível consultar a cobertura da operadora. Há uma consulta por cidade e DDD.

Godoy – Vocês vendem essas informações?

Tude –
O Teleco desde o início é um site completamente aberto. Com a filosofia de ser de fácil uso para todo mundo. A gente tem um newsletter semanal que para se cadastrar o internauta só precisa dar o seu e-mail. Isso tem sido o sucesso do portal. Tem encontrado cada vez um público maior, que visita e participa com comentários, escrevendo tutoriais e artigos.

Godoy – E tem informações sobre TV digital, sobre celular, sobre telefonia fixa.

Tude –
Na verdade a gente dividiu os setores do Teleco como telefonia fixa, telefonia celular, uma parte de comunicação de dados, em boa parte de banda larga e voz de IP por Internet, e toda parte de rádio e TV. Começamos cobrindo isso para o Brasil e estendemos para toda a América Latina.

Godoy – O que mais podemos explorar no site?

Tude –
Eu acho que uma das coisas curiosas são os tutoriais que exigem um pouco mais de tempo do internauta, mas ele pode aprender os conceitos básicos de qualquer assunto de telecomunicações.

Godoy – Para um consumidor que queira aprender a desenvolver conteúdo, ringtones, tem alguma coisa nesse sentido?

Tude –
Tem alguns tutoriais. O que acontece normalmente, a gente tem a várias categorias. Você falou em ringtone, então ele tanto pode ser consultado no site como ser baixado em pdf., é um sobre “ring back phone”. Tudo grátis.

Godoy – “Ring back phone” é você ligar para alguém e essa pessoa usar uma voz de artista para responder a chamada.

Tude –
Na realidade a gente tem sempre um especialista que tem experiência nessa área e é quem escreve o tutorial. A gente procura sempre ter tutoriais com linguagem acessível a quem não é especialista da área. A gente tem textos desde as várias tecnologias de celular: CDMA, TDMA, GSM, GPRS, EVDO.

Godoy – Como você enxerga a produção de conteúdo no Brasil?

Tude –
O que a gente acompanha é o crescimento do celular como um veículo para conteúdo. Para informação e para uso das empresas. O que a gente tem acompanhado é um fervilhar de pequenos desenvolvedores que têm se mobilizado para se aproximar desse marcado, com estímulo não só das operadoras como das fabricantes.

Godoy – E essa questão da TV digital e a telefonia celular, como você enxerga?

Tude –
A gente tem sempre um “em debate”, a gente tem um “em debate” sobre a TV digital e estamos promovendo algumas enquetes no Teleco sobre o tema de qual deveria ser o principal fator para a definição do fator digital. E cerca de 30% dos internautas colocaram que é a questão da convergência da televisão com a telefonia móvel.

Godoy - Isso está mais para padrão Europeu?

Tude –
Eu diria que o padrão europeu tem uma vantagem da questão do volume da escala. Hoje numa rede, no fundo, o determinante do sucesso do serviço é o custo do terminal final. Se você compara a tecnologia CDMA com a GSM, em termos tecnológicos todas prestam o mesmo serviço, mas o telefone celular GSM tem muito mais variedade e á mais barato. E isso por ele ser usado por 70% do mundo. Isso dá uma vantagem na hora de projetar em massa, sai mais em conta.

Godoy - Eu tenho uma pergunta do Márcio Melo: “ O padrão japonês não consegue abrandar todos os outros?”.

Tude –
Eu acho que a grande desvantagem do padrão japonês é o fato dele ser usado só no Japão, o que faz que a capacidade de exportações fique reduzida a um mercado muito menor.

Godoy – O que você acha que vai chegar antes no Brasil a TV digital ou a TV por IP?

Tude –
Eu não sei o que você chama por TV por IP, mas para mim a allTV já é uma TV por IP.

Godoy - Não mda muito?

Tude –
Na realidade quando você tem uma comunicação de dados. No fundo você vai ter uma banda larga só que via wireless e chega no seu celular. Você vai navegar ou no seu celular, ou no seu notebook, ou no seu palm como você navega na Internet. Uma das maneiras de se ter o vídeo por IP é essa, pela Internet.

Godoy – E o Skype para celular?

Tude –
Eu já usei o skype através do meu notebook conectado à rede de dados e ir falando. Já é possível hoje você usar o skype e o celular. Talvez não diretamente no celular, porque o celular não tem um sistema operacional que o comporte.

Godoy – Qual foi a novidade tecnológica que mais te pegou?

Tude –
De 10 anos atrás não há dúvida que a grande novidade foi o celular. Eu participei há dez anos atrás do processo que se lançou as operadoras na época de banda V no Brasil. Quem lembrar, vai lembrar que o celular era um “tijolão” e tinha fila para se comprar. E foi incorporado tanto às nossas vidas que parece que a gente não existia sem ele. E a grande mudança que a gente vê agora é o celular deixar de ser apenas um instrumento de voz e passar a ser um instrumento que acopla informações como a própria Internet.

Links

www.teleco.com.br
www.ucel.com.br






Guest